Campanha para ajudar trabalhadores da cultura de Belém



O primeiro setor a suspender as atividades e um dos últimos a voltar dentro dos parâmetros de normalidade, o setor cultural é um dos que mais vem sofrendo com a pandemia. A Lei Aldir Blanc deu um respiro à indústria da cultura, mas como a maior parte dos eventos aprovados são em formato reduzido e online, seguindo as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS), trabalhadores da cultura como contra-regras, técnicos de som e luz e músicos da noite seguem enfrentando muita dificuldade.


Para se ter ideia, segundo a Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (Abrape), o setor demitiu 400 mil trabalhadores desde o início da pandemia no Brasil, em fevereiro do ano passado.


Buscando ajudar esses profissionais que estão enfrentando dificuldades, o músico e cineasta Marco André, criou uma Vaquinha Virtual para arrecadar contribuições que serão repassadas a esses trabalhadores. A meta é R$ 50.000,00 de ajuda. Quem quiser colaborar, é só acessar o site Vakinha.


Serviço:

Campanha de Arrecadação para os Trabalhadores da Cultura de Belém

Onde: http://vaka.me/1699704


#vaquinhavirtual

#solidariedade

#campanhadearrecadação

#trabalhadoresdacultura

5 visualizações