A Guitarrada Pop de Eduardo Barbosa e João Belém

Atualizado: Mar 26

Músicos lançam o álbum Anhangá Dance Club nesta sexta, 26, que propõe unir a Guitarrada ao Pop contemporâneo.


Da esquerda para a direita: Eduardo Barbosa e João Belém em foto de Bruno Carachesti.


O termo cosmopolita “Dance Club” aliado ao espectro da floresta “Anhangá” batiza o trabalho dos musicistas e guitarristas João Belém e Eduardo Barbosa, que criaram um disco experimental de Guitarrada que soa pop e universal. A narrativa é contada a partir de sete músicas instrumentais, em que o “Anhangá Dance Club” é um "inferninho" onde o setlist da noite é composto pelas faixas do álbum. O álbum chega nas principais plataformas de streaming nesta sexta, 26 de março, contemplado pelo edital de Música da Lei Aldir Blanc Pará.


Influenciado diretamente pelos dedilhados de Mestre Vieira e as misturas inusitadas de Pio Lobato, Eduardo e João são estudiosos da Guitarrada que decidiram produzir um disco trazendo o estilo para uma leitura ainda mais contemporânea, flertando com Trap, Brega Funk e House.


“A ideia de misturar tais gêneros vem do próprio cerne da Guitarrada, visto que os mestres sempre a misturaram com os gêneros pop da época: Mambo, Choro, Cumbia e Jovem Guarda. A Guitarrada sempre foi o produto do seu momento. Nós apenas damos continuidade, trazendo novas influências para cena” explica o musicista João Belém.

Nas sete faixas, a dupla explora o pop e desenvolve novos conceitos em cima do formato proposto pela Guitarrada, que é de solos de guitarra com gostinho de Brega. É aí que tudo fica mais diversificado. A guitarra soa bem com Lambada em cima de batidas de Funk, gingado de Cumbia, sintetizadores, na potência do Trap e, claro, com o Tecnobrega. Inclusive, a música de trabalho, Guitarrada & Putaria, é uma Tecnoguitarrada feita para levantar o clima de toda festa, com direito ao famoso grito das aparelhagens: “sal, sal, sal”. O fim da festa é embalado com um Tema Para Corações Partidos, música triste, delicada, mas no gingado paraense das pistas com beats de House.


Capa do álbum Anhangá Dance Club.


O Anhangá - Na história criada para dar base ao disco, a entendidade Anhangá está presente com assombro e desgraça, pois residia no Dance Club onde tudo se passa quando ainda havia floresta. Agora, séculos depois, pune aqueles que destruíram a sua morada. Inclusive a presença dele é o que dá energia para o público dançar, já que a entidade não descansa enquanto todas as almas estiverem dançando. A morte, a luxúria e a festa andam de mãos dadas no “inferninho” de Anhangá Dance Club.


O trabalho tem produção musical de Léo Chermont, que ajudou a dupla a refinar um olhar pop e eletrônico para o trabalho e adicionou elementos que fizeram diferença no resultado final. O disco foi gravado parte no estúdio Floresta Sonora, parte nas casas da dupla. Traz o percussionista e banjista de Carimbó Marcelino Santos na percussão e o musicista Dan Bordallo nos teclados. Além da participação do clarinetista, professor de música e produtor cultural, Sebastião Trindade. A finalização ficou por conta do estúdio Fadul Audio Lab, do produtor musical e técnico de gravação e mixagem Diego Fadul, que mixou e masterizou o álbum.


A dupla - Eduardo Barbosa e João Belém são guitarristas integrantes do Grupo de Estudos Musicais da Amazônia da Universidade do Estado do Pará (GEMAM-UEPA). Também participam do Clube da Guitarrada, um grupo de apreciadores do estilo que se encontra uma vez por mês para tocar e conversar sobre o gênero. Ambos os músicos possuem dois singles lançados em 2020, separadamente. João com Nostalgia e Twerkinho e Eduardo com Boiuna e Guitarrada do Fim do Mundo. São Tecnoguitarradas experimentais que flertam com outros gêneros, colocando o ritmo em lugares ainda não explorados.


Serviço

| O QUÊ: Lançamento álbum Anhangá Dance Club de João Belém e Eduardo Barbosa

| QUANDO: 26 de março de 2021 às 0h

| ONDE: Principais plataformas de streaming de música

| MAIS EM: Perfil no Instagram de João e de Eduardo

Com informações da assessoria de imprensa.


#Belém

#música

#lançamentoálbum

#anhangádanceclub

#guitarrada

#popcontemporâneo

#joãobelém

#eduardobarbosa

#LeiAldirBlancPará

55 visualizações